Chico Preto classifica como “bisonha” atitude do governo Wilson Lima de conceder crédito a detentos

Na avaliação do parlamentar, ao invés de colocar dinheiro na mão de presos, o governo deveria, antes, colocar em prática a LEP.
19/02/2019 19h45 - Atualizado em 19/02/2019 19h45

Foto: Reprodução


Redação AM POST

O vereador Chico Preto (PMN) chamou de bisonha a iniciativa do Governo do Amazonas de conceder crédito financeiro à detentos do sistema prisional do estado. A crítica foi feita durante o grande expediente da Câmara Municipal de Manaus (CMM) nesta terça-feira (19).

Na avaliação do parlamentar, ao invés de colocar dinheiro na mão de presos, o governo deveria, antes, colocar em prática a Lei de Execuções Penais (LEP), que em seu Artigo 29 determina que detentos trabalhem enquanto estão presos e que o salário recebido sirva para ressarcir a família da vítima que ele lesionou.

“Wilson Lima não cometa essa bisonhice. Coloque em prática a LEP. Coloque os presos de menor periculosidade para trabalhar, para construir meio fio, sarjeta, para limpar praças. Faça uma parceria com a Prefeitura de Manaus para isso. Faça que com esses detentos sejam reinseridos na sociedade pelo valor do trabalho. Ser novo, fazer o novo, é ter coragem para fazer isso”, disse.

“Isso é bisonhice. Como eu tenho compromisso com meu estado e quero que o governador Wilson Lima acerte, uso a tribuna para fornecer essa singela contribuição em nome do povo”, concluiu Chico Preto.

Parabenização
Em aparte, o vereador Marcel Alexandre (PHS) parabenizou o discurso de Chico Preto e propôs uma Audiência Pública para debater o assunto.

“Precisamos debater esse assunto. Essa ação me parece um incentivo aos jovens adentrarem no crime. Precisamos aprender com os japoneses. Lá, nenhum detendo que deixa o sistema prisional quer voltar. Não porque é torturado, mas porque há disciplina”, destacou.

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso