Ciro Gomes é condenado a indenizar o vereador Fernando Holiday, de SP, por danos morais

Político do PDT chamou vereador do DEM-SP de ‘capitãozinho do mato’ em entrevista à Jovem Pan quando era candidato à Presidência e terá de pagar R$ 38 mil. Cabe recurso.
22/02/2019 08h57 - Atualizado em 22/02/2019 08h57

Foto: Reprodução


Ciro Gomes (PDT), que foi candidato à Presidência da República no ano passado, foi condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo a pagar R$ 38 mil de indenização por danos morais ao vereador paulistano Fernando Holiday (DEM). A sentença em primeira instância saiu nesta quinta-feira (21). Cabe recurso.

Em uma sabatina na rádio Jovem Pan, em 16 de junho de 2018, Ciro Gomes afirmou, sem ser perguntado, que Fernando Holiday era um “capitãozinho-do-mato” e explicou: “A pior coisa que tem é um negro que é usado pelo preconceito para estigmatizar, que era o capitão-do-mato no passado”.

Segundo decisão do juiz Domício Pacheco e Silva, que julgou procedente na indenização de R$ 38 mil “trata-se de quantia que não se mostra ínfima nem exagerada, especialmente se considerada a extrema gravidade das ofensas, disseminadas Brasil afora”.

“Considera-se, no ponto, que o réu era pré-candidato à Presidência da República, o que torna ainda mais nefasta sua conduta. E a indenização ora fixada não causará sua ruína, diante da declaração apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral, da qual consta um patrimônio de quase dois milhões de reais”, diz a sentença.

A defesa de Ciro Gomes diz que não foi notificada e por isso não iria comentar.

Fonte: G1

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso