Deputados estaduais permitem uso de R$ 350 milhões do FTI para cobrir rombo na saúde

O valor será dividido em R$280 milhões para a Susam e R$ 70 milhões para serem divididos com os 61 municípios do interior.
27/02/2019 14h01 - Atualizado em 28/02/2019 13h20

Foto: Divulgação


Redação AM POST

Os deputados da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) aprovaram com 19 votos na manhã desta quarta-feira (27), o Projeto de Lei do governo do estado, que vai usar R$ 350 milhões do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI) para tentar cobrir rombo na saúde pública.

O valor será dividido em R$280 milhões para pagar fornecedores e empresas terceirizadas contratadas pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e R$ 70 milhões para serem divididos com os 61 municípios do interior.

A proposta anterior que sofreu forte repulsa de prefeitos do interior do estado, previa que 40% do total arrecadado pelo FTI neste ano iriam para despesas com a Saúde. Desse total, 15% seriam para gastos em 11 municípios de gestão plena e 85% para Susam.

O texto da matéria prevê que os 61 municípios terão direito aos 60% do FTI, que será usado pelos municípios conforme definição do governo estadual.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso