Homem é preso acusado de contaminar mulheres com vírus HIV

Segundo a polícia, em 2012, a primeira mulher do homem morreu após ser contaminada por ele.
15/02/2019 18h27 - Atualizado em 15/02/2019 18h27

Foto: Divulgação


Diego Cordeiro Pierre, de 34 anos, foi preso nesta quinta-feira, na Baixada Fluminense. Ele estava com a prisão preventiva decretada pelo Juizado de Violência Doméstica de Piabetá, em Magé, por suspeita de crime de perigo de contágio de moléstia grave e doença incurável. Portador do vírus HIV desde 2008, ele omitiu que tinha Aids para seis mulheres com quem manteve relacionamento sexual.

Segundo a polícia, em 2012, a primeira mulher de Diego morreu após ser contaminada pelo marido. Questionado por parentes de sua companheira sobre a doença, ele falsificou exames e negou ser portador do HIV. De acordo com inquérito da 66ª DP (Piabetá), após a morte da mulher, Diego viveu ainda com mais cinco mulheres e omitiu a doença de todas elas.

Em agosto do ano passado, a última companheira do rapaz descobriu a doença e pediu a separação. Em seguida, procurou a polícia e registrou o caso.

Nesta quinta-feira, policiais civis conseguiram localizar Diego, que já apresentava sinais da doença, em Duque de Caxias.

Com tuberculose e herpes, ele foi levado para um hospital penitenciário, por determinação da Justiça.

Fonte: Jornal Extra


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso