Indicada de Wilson Lima na AFEAM e marido dela serão investigados pelo MP por fraudes

Segundo o MPE as a apuração consiste em fraudes em operações financeiras em benefício próprio e de familiares, e enriquecimento ilícito.
12/02/2019 13h57 - Atualizado em 13/02/2019 12h39

Foto: Reprodução


Redação AM POST

Simone Amorirm Aguiar Bentes e o marido dela, Kirk Douglas de Lima Bentes, ambos servidores da Agência de Fomento do Amazonas (AFEAM) serão investigados pelo Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) que instaurou inquérito civil para apurar eventuais atos de improbidade administrativa e lesivos ao erário praticados pelos empregados que soma R$170 mil.

A servidora, foi indicada pelo governador Wilson Lima (PSC), para continuar no comando da Gerencia Gerência de Acompanhamento e Cobrança (Gecob) em sua gestão.

De acordo com Diário Oficial do MPE desta segunda-feira (11) a apuração consiste “em fraudes em operações financeiras em benefício próprio e de familiares, e enriquecimento ilícito”.

Ainda segundo o Diário Oficial será solicitado da Afeam “cópia integral, em mídia digital, dos procedimentos relativos às seguintes operações financeiras: a) Operação 218.851; b) Operação n. 133390, com o Hotel Amazônia Golf Resort; c) Operação de crédito concedida à Cooperativa dos Beneficiadores de Produtos Agroextrativistas de Amaturá, a saber, financiamento da quantia de R$170.880,00 (cento e setenta mil, oitocentos e oitenta reais) para aquisição de 854,40 hectolitros de castanha do Brasil in natura”.

A Agência também deverá enviar cópia integral do processo disciplinar em que se apurou suposta fraude no programa“Cartão Zona Franca Verde”, envolvendo a empregada Simone Amorim Aguiar Bentes e/ou o empregado Kirk Douglas de Lima Bentes.

Veja inquérito publicado em diário oficial:


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso