Iranduba e Manacapuru sofrem novo apagão após curto-circuito

Na última quinta-feira (14), vândalos tentaram furtar o referido cabo, no qual passou por manutenção e foi recuperado de forma provisória.
19/02/2019 09h17 - Atualizado em 19/02/2019 16h19

Foto: Divulgação


Da Redação 

A Eletrobras Distribuição Amazonas informou que, na noite desta segunda-feira (18), ocorreu um curto-circuito no cabo subaquático de 69 kV que leva energia à Iranduba e Manacapuru. O incidente provocou uma nova interrupção de energia nas localidades. Esta é a segunda corte no fornecimento em menos de uma semana.

Na última quinta-feira (14), vândalos tentaram furtar o referido cabo, no qual passou por manutenção e foi recuperado de forma provisória, já que os danos provocado pela tentativa de roubo trouxeram problemas não solucionáveis no curto prazo de tempo, devido à complexidade e a tecnologia embarcada nestes cabos que são fabricados e encomendados de fora do país.

Foto: Divulgação

Após o ocorrido, equipes foram imediatamente a subestação Iranduba, na tentativa de solucionar a interrupção de energia no tempo breve possível. A solução emergencial foi colocar em funcionamento em ilha a usina termelétrica de Iranduba, a qual está fornecendo energia prioritariamente a órgãos que prestam serviços essenciais a população, como hospitais, delegacias e escolas.

Algumas localidades de Iranduba e Manacapuru ainda se encontram com interrupção de energia, com previsão para normalizar gradativamente até a próxima quarta-feira (20).

A solução que trará confiabilidade no sistema levará em torno de 25 dias para ser finalizada.

“A Eletrobras Distribuição Amazonas conta com a compreensão de todos os nossos clientes e informamos que estamos trabalhando para a solução definitiva dos problemas causados por esta ação inescrupulosa de vândalos na nossa rede que atende estes municípios”, enfatiza a nota.

Com informações da Assessoria 

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso