Maternidade de Manaus é denunciada por negligência médica após morte de grávida e bebê

Um boletim de ocorrência foi registrado por familiares da grávida no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Para eles o caso deve ser considerado como negligência médica.
18/02/2019 11h11 - Atualizado em 18/02/2019 19h31

Foto: Reprodução


Redação AM POST 

A gestante lla Arantes Fernandes, 35 anos, e seu bebê morreram por complicações no parto na madrugada deste domingo (18) na maternidade Balbina Mestrinho, Praça 14, Zona Sul.  Familiares da mulher acusam a maternidade de negligência médica.

De acordo com a familia da mulher ela foi levada na quinta-feira (14), para a maternidade sentindo fortes dores e sangramento e só foi atendida na sexta-feira (15). Eles relataram que a cirurgia cesariana só ocorreu porque a sogra da vítima falou com uma médica da maternidade.

A mulher tinha mais três filhos e era casada. Foto: Reprodução/A Crítica

Um boletim de ocorrência foi registrado por familiares da grávida no 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Para eles o caso deve ser considerado como negligência médica, pois a mulher esperou mais de 24 horas para receber atendimento na maternidade.

Em nota a Secretaria de Estado de Saúde disse que a mulher foi internada na maternidade, por volta das 0h12, de sexta-feira (15) e não na quinta, como informou a família dela.

A Susam também informou que uma sindicância será aberta para apurar as circunstâncias do atendimento e as responsabilidades no caso.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso