Mulher que perdeu parte do lábio em briga faz vaquinha na internet para custear nova cirurgia

Até o momento a mulher já conseguiu pouco mais de R$5 mil e pretende chegar ao valor R$30 mil.
26/02/2019 16h35 - Atualizado em 27/02/2019 15h59

Foto: reprodução/Instagram


Redação AM POST

A funcionária pública, Bianca Figueiredo, de 35 anos que teve parte do lábio inferior arrancado por mordida durante uma briga ocorrida em um posto de gasolina de Manaus na madrugada da última sexta-feira (15) fez uma vaquinha na internet pedindo ajuda de custo para bancar os gastos de sua próxima cirurgia. Ela encontra-se hospitalizada na enfermaria do Hospital João Lúcio, na Zona Leste de Manaus.

Intitulada de “Ajude a Bibi” a arrecadação pretende chegar ao valor R$30 mil e já atingiu até o momento da publicação deste matéria às 16h30 o montante de R$ 5.225, o correspondente a 17.42 % do esperado. A vaquinha está programada para encerrar no dia 31 de maio.

No texto de descrição da vaquinha online é informado que Bianca já passou por uma cirurgia e ainda vai precisar passar por mais duas, ela terá que ir para a cidade de São Paulo realizar uma das cirurgias. O dinheiro arrecadado servirá para comprar materiais necessários para a sua recuperação como medicamentos e curativos. Além disso também terão custos com as passagens alimentação dela e de um acompanhante.

Um perfil no Instagram (@pelabibi) também foi criado por amigos da mulher e já tem mais de cinco mil seguidores.
“Neste momento, é muito importante o apoio para a Bianca que está lendo todos os recados, só ainda não está podendo responder… Criamos este perfil, com o objetivo de deixar vocês mais informados sobre a recuperação dela e todos que estão apoiando sua recuperação”, diz trecho de uma das publicações.

Entenda o caso
De acordo com a delegada, Alyne Lima, titular do 16º Distrito Integrado de Polícia (DIP), a briga começou aparentemente por um mal entendido ocorrido no estacionamento de um condomínio na avenida Ephigênio Sales quando a blogueira Samara Silva Pinheiro, de 19 anos – conhecida como Samara Pavanelly, acompanhada de seu namorado achou que Bianca e mais dois amigos teriam a chamado de “put*”.

Durante a discussão, Samara teria dado um tapa na cara de uma amiga da funcionária pública, a designer Ana Rosa Cardoso, 37.

A briga foi separada mas os dois grupos se reencontraram minutos depois em um posto de gasolina, na avenida André Araújo, em frente ao Instituto Nacional De Pesquisa da Amazônia (Inpa), foi quando uma das partes foi tirar satisfação, começou agressão mútua que resultou na mordida que arrancou parte do lábio de Bianca. Em depoimento Samara disse que foi agredida e reagiu.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso