Travesti é assassinada a tijoladas após programa em Manaus

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso. A amiga da vítima aponta homofobia como motivo para o assassinato da travesti.
24/02/2019 12h56 - Atualizado em 25/02/2019 13h18

Foto: Reprodução


Na madrugada deste sábado (23), uma travesti conhecida como “Mirlla” foi brutalmente assassinada a tijoladas, em um encontro com um cliente ainda não identificado pela polícia, Cidade Nova, Zona norte de Manaus. Segundo uma amiga da vítima, Mirlla era garota de programa e atendia na região desde 2016.

O corpo da travesti foi encontrado em um galpão abandonado, com o rosto totalmente desfigurado, conforme informações da polícia.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso. A amiga da vítima aponta homofobia como motivo para o assassinato da travesti.

Com informações do Portal Amazonas Em Tempo

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso