Visita do superintendente da Suframa suscita debate positivo dos deputados na Aleam

Para o coronel Alfredo Menezes seria impossível administrar a Suframa sem o apoio e a ajuda do poder político regional.
21/02/2019 18h14 - Atualizado em 21/02/2019 18h14

Foto: Divulgação


Redação AM POST

Convidado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PSD), e cumprindo sua agenda de apresentação aos poderes constituídos, em sua primeira semana à frente da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), o superintendente coronel Alfredo Menezes visitou nesta quinta-feira (21), o Parlamento estadual, para abrir um canal de relacionamento pessoal e institucional com os deputados, que segundo ele são os construtores das leis que regulamentam o funcionamento da instituição no Estado.

O deputado Josué Neto definiu a visita como uma oportunidade para estabelecer um entendimento com o novo superintendente da Suframa, no sentido de colocar o posicionamento da Casa Legislativa como parceira proativa na sustentação do modelo Zona Franca e em seu desenvolvimento. Para o coronel Alfredo Menezes, que é amazonense de Manaus, e já atuou em unidades do Exército Brasileiro em vários locais da Amazônia, seria impossível administrar a Suframa sem o apoio e a ajuda do poder político regional.

Questionado pelos deputados no plenário Ruy Araújo, o superintendente respondeu com informações técnicas sobre a proposta para o resgate da Suframa, destacando os vetores de defesa e desenvolvimento da Amazônia, como o único modelo que deu certo na preservação da floresta. Para o coronel Alfredo o foco atual deve ser na produtividade e competitividade do Polo Industrial de Manaus (PIM) no sentido da modernização e desburocratização, por exemplo quebrando as amarras que impedem o cumprimento de prazos para os PPBs.

Outro vetor destacado por ele é a aplicação dos recursos de P&D na verticalização da cadeia produtiva regional, dando modernizando e dando competitividade à nossa indústria. Promessa do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de manter o modelo, que para ele é inegociável. “Geramos para o resto do país R$ 31 bilhões na compra de insumos de outros Estados e geramos 250 mil empregos fora de Manaus. Se nós nos comunicarmos melhor teremos um protagonismo diferenciado na defesa da ZFM”, disse.

Interiorização do modelo
O superintendente Alfredo Menezes, que avaliou a visita e o posicionamento dos deputados como positivos, defendeu ainda a interiorização do modelo, atuando com a força política regional, como o presidente do Senado Federal, senador David Alcolumbe (AP), para desamarrar a legislação, trazendo os PPBs para Manaus, arrumar a casa melhorando a infraestrutura, resgatar a credibilidade do nosso Distrito Industrial com uma gestão eficiente baseada no planejamento e fiscalização com austeridade, a fim de atrair novos investidores.

Participaram dos debates os deputados Serafim Corrêa (PSB), Wilker Barreto (PHS), Dr. Gomes (PRP), Dermilson Chagas (PP), Saulo Viana (PPS), Augusto Ferraz (DEM), Alessandra Campêlo (MDB), Ricardo Nicolau (PSD) e Felipe Souza (Patri), que abordaram questões como os desafios e alternativas para a retomada do crescimento do modelo ZFM, a reforma institucional da Suframa, a colaboração política no sentido de viabilizar mudanças na legislação e novas conquistas, e o resgate de funções essenciais da Suframa no passado.

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso