Ameaçada, família de adolescente vítima de estupro coletivo se muda de bairro com ajuda de policiais

Segundo a polícia a vítima e sua família foram ameaçadas por traficantes da área, familiares e amigos dos suspeitos.
05/03/2019 14h48 - Atualizado em 6/03/2019 12h56
Foto: Reprodução

Redação AM POST

A família da adolescente de 15 anos de idade, vítima de estupro coletivo, se mudou do da comunidade São Pedro, bairro Tarumã com ajuda de três guarnições da Força Tática para garantir sua segurança, devido ameaças que vinha sofrendo de ter sua residencia queimada por traficantes da área, familiares e amigos dos suspeitos de cometerem o crime. O local é considerado “área vermelha”.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Apoio e Proteção a Criança e ao Adolescente (DEAPCA), as ameças só não foram concretizadas porque a vítima está na rede de proteção da polícia.

Foram presos Daniel de Oliveira Lima, 23, vulgo “Loirinho”, e Bruno Leonardo dos Santos Evangelista, 19. Os outros três suspeitos seguem foragidos. Eles serão identificados e chamados para comparecerem a delegacia.

Segundo Joyce Coelho, traficantes do local estavam rondando a casa vítima e até tentaram invadir quando viram o caminhão de mudança, que saiu do local escoltado por policiais.

*Com informações do Portal A Crítica


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

booked.net

Economia

Contato Termos de uso