Conor McGregor, do UFC, é preso acusado de roubar celular de fã

Esta é a segunda vez que o lutador acaba preso por ataque de estrelismo.
12/03/2019 09h32 - Atualizado em 12/03/2019 09h32
Foto: Reprodução

O lutador irlandês Conor McGregor, um dos principais nomes atual do Ultimate Fighting Championship (UFC), foi preso nesta segunda-feira, em Miami Beach, acusado de roubo e conduta criminosa por atropelar e pegar o telefone de um fã que tentou fotografá-lo, de acordo com informações da mídia local.

O atleta estaria na frente de um hotel após deixar uma casa noturna por volta das 5 da manhã quando, incomodado pela tentativa de um fã de tirar uma foto sua, deu um tapa no telefone celular da vítima, que foi ao chão. Na sequência, McGregor teria pisado no aparelho – avaliado em cerca de R$ 3,8 mil – diversas vezes e depois o levado embora.

McGregor, de 30 anos, está detido no Centro de Correção Turner Guilford Knighte, em Miami, com uma fiança estipulada em US$ 12 mil (cerca de R$ 46 mil).

Outra prisão

Esta é a segunda vez que o lutador acaba preso. A primeira prisão ocorreu quando ele invadiu o estacionamento de um ginásio na cidade e quebrou uma vidraça de um ônibus na tentativa de agredir o rival Khabib Nurmagomedov.

Fonte: EFE

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso