Josué Neto pede que prefeito Chico Doido explique atraso do ano letivo em escola de Iranduba

A Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida está com problemas estruturais que representam risco para as crianças. O município recebeu verba do governo em 2018.
22/03/2019 18h34 - Atualizado em 23/03/2019 17h10
Foto: Divulgação

Redação AM POST

O ano letivo ainda não começou na Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida, na comunidade ‘Lago do Catalão’, em Iranduba (a 27 KM da capital). A escola está com problemas estruturais que representam risco para as crianças. O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), deputado estadual Josué Neto (PSD), solicitou, através de requerimento, explicações do prefeito Francisco Gomes, mais conhecido como ‘Chico Doido’.

Segundo dados disponíveis no Portal da Transparência, o município recebeu R$ 77,3 milhões do Governo Federal, em 2018, e R$ 9,8 milhões do Governo do Amazonas, totalizando R$ 87,2 milhões em recursos. Além de R$ 6,9 milhões repassados pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

“Essa situação chegou até nós por meio da mãe de um dos estudantes da escola. Isso é algo muito sério, uma vez que o ano letivo da rede estadual iniciou no dia 6 de fevereiro. A escola vem enfrentando muitos problemas estruturais e, segundo dados oficiais, não se pode falar em falta de recursos para a rede municipal de ensino”, disse Josué.

De acordo com informações enviadas ao presidente da Aleam, a escola é a única da rede municipal dentro do Lago do Catalão que está abandonada em relação a infraestrutura.

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso