Momento cívico: detentos passam a cantar hino nacional em presídios do Amazonas

A medida foi adotada após o tenente-coronel Marcus Vinícius assumir a Seap.
12/03/2019 19h09 - Atualizado em 13/03/2019 13h05
Foto: Divulgação

Redação AM POST

Cerca de 200 internos do sistema de prisional do Amazonas estão desde a semana passada cumprindo o dever cívico de cantar diariamente o hino nacional brasileiro enfileirados diante da bandeira do Brasil hasteada. A medida foi adotada pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) após o tenente-coronel Marcus Vinícius assumir a pasta.

Outa novidade da gestão é que a partir deste mês os detentos passaram a trabalhar nos presídios que participam do projeto de ressocialização para redução de suas penas, cada três dias de atividades equivale a um dia a menos na detenção. O momento cívico é feito antes do trabalho que envolve desde eletricistas, serviços gerais até metalúrgicos.

A ação da Seap abrange os centros de Detenção Provisória (CDP/masculino e feminino), Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), Instituto Antônio Trindade (Ipat) e Unidade Prisional Puraquequara (UPP).

Veja vídeo:

VEJA A NOVA REALIDADE DOS PRESÍDIOS DO AMO sistema prisional do Amazonas está passando por um novo momento. Agora, os presos do Centro de Detenção Provisório Masculino 2 (CDPM) hasteiam a bandeira e cantam o hino nacional todos os dias. Você concorda com esse ato dentro do sistema penitenciário? Comente aqui embaixo ⬇️⬇️⬇️

Posted by Portal Sem Balela on Monday, March 11, 2019


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso