‘Olavo tem desequilíbrio’, diz ministro general após crítica a militares

Ministro da Secretaria de Governo, o general Carlos Alberto dos Santos Cruz reagiu a falas do escritor, que chamou Mourão de ‘idiota’.
25/03/2019 09h00 - Atualizado em 25/03/2019 16h48
Foto: Reprodução

Ministro da Secretaria de Governo de Jair Bolsonaro, o general Carlos Alberto dos Santos Cruz reagiu a críticas de Olavo de Carvalho a militares com cargos no Planalto. Em entrevista para o jornal Folha de S. Paulo, publicada nesta segunda-feira 25, Santos Cruz criticou o “linguajar chulo” do escritor – o que disse demonstrar um “desequilíbrio evidente”.

“Eu nunca me interessei pelas ideias desse senhor, Olavo de Carvalho. Por suas últimas colocações na mídia, com linguajar chulo, com palavrões, inconsequente, o desequilíbrio fica evidente”, disse o ministro general.

Antes da visita de Jair Bolsonaro aos Estados Unidos, Olavo de Carvalho classificou o vice-presidente, o general Hamilton Mourão, como um “idiota” e atacou toda a cúpula militar do governo. Na ocasião, ele afirmou que os integrantes das Forças Armadas inibem Jair Bolsonaro a reagir contra supostas “mentiras” da imprensa.

“Ele (Jair Bolsonaro) não reage porque aquele bando de milico que o cerca é tudo um bando de cagão, que tem medo da mídia. Por que eles têm medo da mídia? Porque quando terminou a ditadura militar, eles viram que estavam todos queimados com a mídia, foram para casa e decidiram agora fazer o papel de bonzinho. O que o Bolsonaro tem a ver com isso? Nada. É um homem sozinho, não pode confiar nos que o cercam, não pode confiar na mídia”, disse Olavo.

No dia seguinte à declaração, Olavo participou de um jantar de recepção a Bolsonaro nos Estados Unidos e foi exaltado pelo próprio presidente e seus filhos.

Fonte: Revista Veja

*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso