Vice-presidente da CMM tem mandato cassado mas Justiça Eleitoral concede efeito suspensivo

O efeito suspensivo garante que ele se mantenha no cargo até que recurso seja julgado.
10/04/2019 18h40 - Atualizado em 10/04/2019 18h40

Redação AM POST

O segundo vice-presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Fred Willis Mota Fonseca (PR), teve seu mandato cassado por “abuso de poder econômico entrelaçado com o uso indevido dos meios de comunicação culto religioso” e foi condenado a ficar inelegível por oito anos por decisão da juíza da 37ª Zona Eleitoral, Kathleen dos Santos Gomes.

No entanto, a defesa do parlamentar conseguiu em despacho da desembargadora eleitoral, Ana Paula Serizawa, assinado no dia 5 de abril um efeito suspensivo da decisão, que garante a não invalidação de seu mandato enquanto o recurso não for apreciado em julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), que vai decidir o futuro do vereador.

Decisão
O Ministério Público Eleitoral (MPE) apresentou áudios comprometedores do vereador em um culto de uma igreja evangélica onde prometeu benefícios aos eleitores em troca de votos nas eleições de 2016.

“O Investigado FRED WILLIS DA MOTA, então candidato,participou de culto religioso durante a campanha eleitoral com os demais investigados DENILSON DA SILVA e JOSÉ GUILHERME DE MELLO ALVES para fim cristalinamente eleitoreiro, onde, na ocasião, foi apresentado por esses aos fiéis daquele templo como a melhor opção dentre os candidatos disponíveis no processo eleitoral no ano de 2016, inclusive com propostas que poderiam beneficiar os frequentadores daquele estabelecimento”, afirma a juíza em trecho da sentença publicada no Diário Oficial Eletrônico do dia 19 de março.

A sentença também condena Denilson da Silva à inelegibilidade por participação no crime eleitoral que desequilibrou o pleito em favor do parlamentar republicano.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Contato Termos de uso