Cartazes “Lula Livre” se camuflam em protestos contra cortes na Educação e internet denuncia

Muitos internautas concordaram com a fala do presidente de que os manifestantes são “massa de manobra de uma minoria espertalhona”.
15/05/2019 19h26 - Atualizado em 15/05/2019 20h54

Foto: Reprodução


Redação AM POST

A presença de cartazes “Lula Livre” em meio às manifestações desta quarta-feira (15) contra o bloqueio de recursos nas universidades federais anunciado pelo Ministério da Educação (MEC), chamou a atenção de internautas que denunciaram o fato nas redes sociais.

Impulsionada pelas manifestações a campanha em defesa da liberdade para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi o segundo assunto mais publicado no Twitter durante a tarde desta quarta-feira, 15.

Pela manhã o presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou em Dallas, que não gostaria de contingenciar verbas, mas que isso é necessário. Ele também declarou que os manifestantes são “massa de manobra de uma minoria espertalhona”.

“A maioria ali é militante. É militante. Não tem nada na cabeça. Se perguntar 7 x 8 não sabe. Se perguntar a fórmula da água, não sabe. Não sabe nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis que estão sendo utilizados como massa de manobra de uma minoria espertalhona que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil”, afirmou.

A presidente do PT, senadora Gleisi Hofmann (PR), estava num carro de som da manifestação contra os cortes na educação e disse que “é necessário resistência a esse governo destruidor”.

https://twitter.com/gleisi/status/1128669238753988608/video/1

Veja o disseram os internautas:


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso