Dono da Gol diz em delação premiada ter pago propina a Rodrigo Maia

Constantino admitiu participação em crimes em troca da liberação de recursos da Caixa Econômica Federal.
13/05/2019 18h45 - Atualizado em 14/05/2019 13h57
Foto: Reprodução

Redação AM POST

O empresário Henrique Constantino, um dos donos da empresa aérea Gol, disse em sua delação ter pago propina a deputado federal, Rodrigo Maia por meio da Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear).

A delação foi homologada pelo juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, e traz acusações contra políticos do MDB, como o ex-presidente Michel Temer e o ex-ministro Geddel Vieira Lima.

De acordo com o site o Antagonista, a denúncia contra Maia consta no anexo 7 da colaboração premiada.

Constantino admitiu participação em crimes em troca da liberação de recursos da Caixa Econômica Federal após virar réu na Operação Cui Bono, desencadeada a partir das delações premiadas do ex-dirigente da Caixa Fábio Cleto e do doleiro Lúcio Funaro. A delação foi assinada em fevereiro e validada pelo juiz em abril.

*Com informações de O Antagonista e O Globo


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso