Em Manaus, Haddad chama Bolsonaro de ‘futriqueiro’

Gleisi Hoffmann, que também está em Manaus, usou sua fala para exaltar Lula e atacar Sérgio Moro.
23/05/2019 19h42 - Atualizado em 23/05/2019 19h51

FOTO: ANTÔNIO LIMA


Redação AM POST

O ex-candidato à presidência da República, Fernando Haddad (PT) não poupou criticas ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e chegou até a chamar seu inimigo político de ‘futriqueiro’, alegando que ele seja alguém que causa intrigas. Ele esteve em ato da caravana “Lula Livre”, realizado no Instituto de Ciências Humanas e Letras (ICHL) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), na tarde desta quinta-feira (23).

“Colocaram o país na mãos de uma pessoa que está desde os 33 anos, quando se aposentou do Exército, sem fazer absolutamente nada, a não ser falar mal das pessoas. É um futriqueiro do Congresso Nacional. Não fez outra coisa durante 30 anos e ai está ai essa situação”, disse Haddad.

Além de Haddad também esteve na Ufam a presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, que também atacou o presidente e o ministro da Justiça, Sérgio Moro.

“O legado da educação foi muito grande e é por isso que nós estamos nessa caravana pela liberdade do presidente Lula. Não é só porque Lula é um injustiçados, porque Lula foi condenado sem prova e sem crime por aquele que hoje é ministro de Jair Bolsonaro, o Sérgio Moro”, disparou a petista que recebeu uma pequena vaia em seguida que se misturou com gritos da multidão.

Fernando Haddad caravana Lula livre

Posted by Amazonas Atual on Thursday, May 23, 2019


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso