Pastor condenado pelo estupro de duas jovens é preso pela Polinter

Sérgio Moreira Valle se aproveitava da lan house que tinha em casa para se aproximar das menores.
09/05/2019 15h23 - Atualizado em 9/05/2019 15h23
Foto: Divulgação

O pastor Sérgio Moreira Valle, de 64 anos, foi preso na última quarta-feira (8), por policiais civis da Divisão de Capturas da Polinter (DC-Polinter). Em 2009, ele foi condenado a sete anos de prisão pelo estupro de duas adolescentes, uma com 11 e outra com 14 anos de idade. Como pode aguardar o recurso do caso em liberdade, Sérgio só foi preso agora, após a expedição do mandado de prisão. Ele foi encontrado em Madureira, na Zona Norte do Rio.

De acordo com a sentença que o condenou, Sérgio cometeu os crimes contra as menores em 2008 e 2009 em uma lan house que mantinha em sua casa na Freguesia, em Jacarepaguá, na Zona Oeste. Durante os abusos, ele ameaçava as vítimas, dizendo que se elas não o obedecessem iria denunciá-las à milícia da região.

Como o local era frequentado por muita crianças e adolescentes, o pastor via nesse fato uma facilidade de contato com as menores. Quando as jovens estavam usando os computadores, ele se aproximava delas e acariciava suas partes íntimas e mandava que elas tocassem em seu órgão genital.

O caso veio à tona quando um dos irmão das adolescentes viu a irmã sendo abusada e contou ao tio, que avisou à mãe da menor. A mãe, então, fez uma queixa à Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), quando os crimes começaram a ser investigados pela polícia.

Sérgio foi condenado pelo crime de estupro de vulnerável (contra menores de 14 anos). Ele irá cumprir a pena, inicialmente, em regime semiaberto, ou seja, pode passar o dia fora da cadeia e voltar à prisão somente para dormir. O mandado para a prisão dele foi expedido na terça-feira.

Fonte: O Dia


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso