Youtuber é condenado a 10 anos de prisão por pornografia infantil

Ele admitiu ter incitado seis fãs de cerca de 14 anos a enviarem vídeos sexualmente explícitos entre 2016 e 2017.
07/05/2019 17h42 - Atualizado em 7/05/2019 17h42
Foto: Reprodução

Austin Jones, um cantor americano que fez fama com seus vídeos no YouTube, foi condenado a 10 anos de prisão por recebimento de pornografia infantil.

Jones se declarou culpado em fevereiro deste ano. Ele admitiu ter incitado seis fãs de cerca de 14 anos a enviarem vídeos sexualmente explícitos entre 2016 e 2017. O youtuber havia sido preso em junho de 2017.

“A produção e o recebimento de pornografia infantil são ofensas extraordinariamente graves que ameaçam a segurança de nossos filhos e comunidades. As ações de Jones tiraram algo de suas vítimas e de suas famílias que eles nunca conseguirão recuperar”, diz a advogada Katherine Neff Welsh no memorando de condenação do distrito de Illinois, nos Estados Unidos.

De acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, Jones disse às vítimas que o envio dos vídeos era uma maneira de “provar” que eles eram seus maiores fãs. Para algumas, afirmou que os vídeos eram parte de uma oportunidade de iniciar uma carreira como modelo.

O cantor também usou as redes sociais 30 vezes para tentar persuadir menores a enviar vídeos e fotos com conteúdo sexual.

Fonte: G1


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

booked.net

Economia

Contato Termos de uso