Após depor, Najila Trindade passa mal e deixa delegacia carregada pelo advogado

A modelo cobriu o rosto com um casaco preto e saiu em uma viatura da delegacia.
07/06/2019 17h51 - Atualizado em 7/06/2019 17h51
Foto: Reprodução

Najila Trindade deixou a 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, carregada no colo pelo seu advogado, Danilo Garcia de Andrade, após se sentir mal. A modelo, que acusa Neymar de estupro, saiu em uma viatura da polícia, que foi perseguida por motos de emissoras de TV. Ela foi levada a um posto de saúde próximo ao Autódromo de Interlagos.

Najila deu depoimento para duas delegadas da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher e para uma enviada pela Delegacia Geral. Ela falou por volta de 14h30 e encerrou sua sessão de perguntas e respostas às 16h30.

A modelo chegou a se alimentar com um sanduíche depois que se sentiu mal após o depoimento. Porém, se sentiu ainda pior depois de comer, com sintomas de queda de pressão.

Ela foi amparada até uma escada antes de deixar a delegacia. Depois, seu advogado a pegou no colo e a colocou dentro da viatura. Najila cobriu o rosto com um casaco preto.

Ao chegar ao posto de saúde, ela saiu da viatura e foi amparada por duas pessoas, mas andou sem precisar de cadeira de rodas.

A modelo acusa Neymar de agressão e estupro. O jogador prestou depoimento ontem, no Rio de Janeiro, mas à Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) na Cidade da Polícia, sobre o caso do vazamento de uma conversa íntima com Najila.

Fonte: UOL


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso