Roger Moreira da banda ‘Ultraje a Rigor’ elogia gestão de Bolsonaro

O vocalista disse que não identificou erros no governo que justifiquem uma mudança de opinião.
09/06/2019 12h28 - Atualizado em 10/06/2019 14h14

Vocalista e líder da banda Ultraje a Rigor, Roger Moreira se tornou um dos artistas engajados na defesa de um movimento da direita que contribuiu para a eleição do presidente Jair Bolsonaro.

Após cinco meses de governo, alguns defensores ficaram pelo caminho. Mas o músico não identifica erros que justifiquem uma mudança de opinião. “Não vejo erro. Ele falou do golden shower. Qual é o problema? A Dilma falou uma tonelada de merdas, o Lula também. Ele é um cara normal, que fala besteiras como qualquer um”, diz ele.

A mudança de opinião de Lobão – que passou a criticar a gestão Bolsonaro – é vista por Roger como uma atitude coerente com o histórico do colega de profissão. “O Lobão sempre foi um cara impulsivo. Já brigou com o Caetano e depois pediu desculpas, já votou no PT e depois disse que não prestava.”

Roger elogiou Olavo de Carvalho por dizer 90% de “coisas boas” e apenas 10% de “muita besteira”.

Qual é sua avaliação sobre o governo Bolsonaro até aqui?

Já recuperou um monte de dinheiro, está um pouco travado por causa do Congresso, mas está fazendo o que precisa ser feito. Está ótimo, dentro da expectativa. A gente não poderia continuar como estava. Não esperava que fosse perfeito, mas o que veio antes eu já conheço e sei que não dá certo. Não deu certo em nenhum lugar do mundo. Só nos resta apoiá-lo. Vai fazer o quê? Colocar o Mourão?

Qual foi o principal acerto até agora?

Tirar o PT já foi um baita acerto. Desinfetar a máquina, desaparelhar o Estado também. Já conseguimos recuperar um monte de dinheiro com a Lava Jato. O Paulo Guedes é um baita acerto, assim como o Moro. O Brasil tem que crescer não pode ficar parado. Esse negócio de assistencialismo não funciona. Temos 14 milhões de desempregados, todo mundo devendo. Tem que resolver a economia. Ficam com essa conversinha de ajudar os pobres. Tem que ajudar com emprego, educação.

Fonte: Epoca


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Contato Termos de uso