De licença médica, prefeito brasileiro é visto em restaurante no Uruguai

O político entregou atestado médico com determinação de fazer ‘repouso domiciliar’ por 14 dias.
12/07/2019 17h12 - Atualizado em 12/07/2019 17h13
Foto: Reprodução

Uma moradora de Sorocaba, no interior de São Paulo, afirmou ter flagrado o prefeito da cidade em um restaurante no Uruguai, no último domingo (7), após ele ter apresentado um atestado médico para se afastar da prefeitura.

Segundo o flagra da moradora, registrado em uma foto no dia 7 de julho, o prefeito José Crespo (DEM) estava estava passeando com a mulher no Mercado do Porto, em Montevidéu, e parou para ir até uma lanchonete.

No entanto, dias antes, Crespo havia apresentado à Câmara dos Vereadores um atestado médico, emitido no dia 3 de julho em São Paulo, para se afastar da prefeitura.

O médico determinava no atestado que Crespo deve “permanecer em repouso domiciliar” por duas semanas, até 17 de julho. O documento médico não apresenta a CID, que é a classificação internacional de doenças.

O atestado foi entregue na Câmara no último dia 5. Dois dias antes, ele deveria ter prestado depoimento à CPI (Comissão Processante) da Câmara, mas alegou que precisava ir ao médico, em São Paulo.

O chefe do Executivo também era esperado para depor na Câmara nesta quinta-feira (11), mas não compareceu e alegou que estava em “repouso domiciliar” conforme determinado no atestado.

Em nota enviada ao G1, a prefeitura de Sorocaba disse que, “por se tratar de questões de cunho pessoal do prefeito José Crespo, não tem conhecimento do fato apontado pela reportagem”.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

booked.net

Economia

Contato Termos de uso