Ferramenta inédita vai agilizar processos de licenciamento urbano gerando economia de tempo e dinheiro

Trata-se de uma ferramenta que vai, de forma inédita, beneficiar o sistema mobiliário e imobiliário da capital amazonense.
18/07/2019 09h19 - Atualizado em 18/07/2019 17h55
Foto: Divulgação

Redação AM POST

A Prefeitura de Manaus deu início nesta quarta-feira, 17/7, à implantação da Plataforma de Gestão Colaborativa de Projetos e Planejamento Urbano. Trata-se de uma ferramenta que vai, de forma inédita, beneficiar o sistema mobiliário e imobiliário da capital, além de agilizar os processos de licenciamento urbano, economizando principalmente tempo e dinheiro.

A plataforma está sendo implantada a partir da parceria das secretarias municipais de Finanças e Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef) e Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e vai unificar procedimentos de aplicação do método BIM (Building Information Modeling) ou Modelagem da Informação da Construção para obras realizadas ou viabilizadas por todas as instituições, empresas e órgãos. O BIM foi desenvolvido nos Estados Unidos e é aplicado em diversos países.

Presente ao evento e entusiasta de ferramentas que facilitam cada vez mais a vida do cidadão no serviço público, a secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania, Conceição Sampaio, vê total eficácia na plataforma. “A gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto tem investido no uso da tecnologia da informação como instrumento para a melhoria da qualidade dos seus serviços prestados, no que se refere ao aumento da eficiência interna da organização. É uma cidade cada vez mais inclusiva, usando a tecnologia a seu favor”, destacou.

Para o secretário da Semef, Lourival Praia, o método BIM traz diversos sistemas que são soluções de investimentos bem direcionados para o planejamento urbano e elaboração de projetos. “A utilização dessa metodologia inovadora vai reduzir até 40% na economia de projeto. A partir de agora nós utilizaremos em todos os planejamentos do município e também nos órgãos que trabalham com licenciamento, já com projetos entregues nessa ferramenta, desburocratizando propostas e otimizando tempo”, relatou.

Com o BIM, é possível simular o projeto e entender seu comportamento antes de sua construção real ser iniciada, contribuindo para auxiliar nas decisões e comparar as várias alternativas de design e identificar qualquer incompatibilidade no projeto reduzindo os desperdícios, aditivos de prazos e custos do projeto.

O conceito de modelagem das informações de construções cria um modelo digital da edificação, por meio de um processo integrado que envolve todas as disciplinas envolvidas na viabilização do empreendimento e abrange todo seu ciclo de vida. Segundo o diretor de vendas da Autodesk no Brasil, João Fernandes, empresa desenvolvedora da plataforma, a cidade de Manaus se destaca com a inovação tecnológica. “A metodologia garante que a cidade se torne case para outras prefeituras e nos dá a expectativa de que ela seja apresentada no próximo Congresso Mundial da Autodesk, em Las Vegas”, declarou Fernandes.

* Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso