Gilmar Mendes é escolhido para analisar suposta investigação sobre Greenwald

O partido “Rede argumenta que supostas investigações violariam a liberdade de expressão e de imprensa e seriam uma espécie de censura.
12/07/2019 18h29 - Atualizado em 12/07/2019 18h29
Foto: Reprodução

Redação AM POST –

O partido Rede pediu a imediata suspensão de qualquer procedimento investigativo contra o jornalista Glenn Greenwald, do site Intercept. O caso será analisado pelo ministro Gilmar Mendes após seu nome ter aparecido em sorteio feito no Supremo Tribunal Federal (STF).

Como o tribunal está em recesso, caberá ao presidente Dias Toffoli decidir se o caso é urgente a ponto de merecer uma decisão sua, ou se pode esperar uma decisão do relator quando o recesso terminar, em 1º de agosto.

A fiscalização teria sido disparada depois da publicação das reportagens pelo site The Intercept Brasil, fundado pelo jornalista, com divulgação de supostas mensagens trocadas entre o ministro da Justiça, Sergio Moro, com procuradores da Operação Lava Jato. Para o Rede, a investigação configuraria, neste caso, clara retaliação e um ataque à liberdade de imprensa.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

booked.net

Economia

Contato Termos de uso