Nova empresa assume administração do Compaj após fim de gestão da Umanizzare

O governo vai escolher até o próximo ano uma empresa fixa para o posto através de processo licitatório.
13/07/2019 19h25 - Atualizado em 14/07/2019 13h10
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Redação AM POST –

O Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), situado no quilômetro oito da rodovia BR-174 em Manaus, está sendo administrado por uma empresa da Bahia chamada Reviver Administração Prisional Privada Ltda desde a última quarta-feira (10) após o fim da gestão da empresa Umanizzare, responsável por outros cinco presídios no estado.

Segundo o governo do Amazonas um processo licitatório deve ser lançado em agosto deste ano para contratação de empresa de gestão compartilhada. O contrato com a Reviver é emergencial e ela atuará na cogestão penitenciária do Compaj até a conclusão da licitação, previsto para acontecer provavelmente até janeiro de 2020.

Após massacre ocorrido em presídios de Manaus e iniciado no Compaj em maio deste ano, o governo do Estado anunciou que não renovaria contrato com a Umanizzare. A empresa, no entanto, informou que vai concorrer na nova licitação para se manter na administração das cadeias.

*Com informações do G1


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

booked.net

Economia

Contato Termos de uso