Prefeito de Coari é denunciado pelo MP por calúnia contra promotor de Justiça

O politico contestou a denuncia e disse em nota que foi apresentado vasto arcabouço probatório.
30/07/2019 15h41 - Atualizado em 31/07/2019 13h32

Foto: Reprodução


Redação AM POST –

A procuradora de Justiça, Leda Mara Nascimento Albuquerque, do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) apresentou ao Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), denuncia contra o prefeito de Coari, Adail Filho (PP), por ter acusado o promotor de Justiça do município, Weslei Machado, de participar de conluio para tira-lo de seu cargo, além de ter recebido R$ 500 mil de propina com esse objetivo.

“Ao noticiar a existência de um fato inexistente que gerou a instauração de um processo extrajudicial, de índole criminal, Adail José Figueiredo Pinheiro incorreu no crime de denunciação caluniosa”, diz a procuradora na ação.

Nenhuma acusação do prefeito de Coari contra o promotor foi provada. A denúncia, conforme Leda Albuquerque, foi arquivada por falta de provas.

Em nota divulgada nesta terça-feira (30) Adail Filho, afirmou que foi surpreendido pela notícia da denúncia e disse que foi apresentado vasto arcabouço probatório, notadamente gravações de conversas em que a trama contra ele estaria sendo articulada.

Segundo Adail Filho, o MP não apreciou de forma devida as provas apresentadas, decidindo, prematuramente, a seu ver, pelo arquivamento do procedimento disciplinar instaurado em face do citado promotor.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso