Reunião do CAS com Bolsonaro analisou 87 projetos industriais que podem gerar 3,5 mil empregos no AM

Os projetos também totalizam investimentos futuros em torno de US$ 652 milhões e um faturamento de US$ 3,6 bilhões.
25/07/2019 16h30 - Atualizado em 26/07/2019 13h38

Foto: Divulgação


Redação AM POST –

A 287ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (CAS/Suframa), ocorrida nesta quinta-feira (25) teve a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do ministro da Economia, Paulo Guedes, além de dezenas de autoridades nacionais e locais, entre elas a conselheira-presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Yara Lins dos Santos.

Presente na abertura da reunião do CAS, o governador Wilson Lima manifestou sua preocupação com a manutenção do modelo Zona Franca de Manaus, da necessidade do asfaltamento imediato da BR-319 (Manaus-Porto Velho) e ainda da abertura da importação e exportação via Peru, para o desenvolvimento do Amazonas.

Ao falar na reunião, o presidente Jair Bolsonaro agradeceu a presença das autoridades na sede da Suframa e falou de sua satisfação de estar na Amazônia. Ele garantiu aos presentes e à imprensa, em coletiva depois, que a BR-319 se tornará realidade e que determinou aos seus ministros que viabilizassem ações que beneficiem o Estado. “A Zona Franca foi criada em 1977 e tem sua importância para a Região. Isso está sendo levado em consideração”, afirmou.

Investimentos
O colegiado do CAS aprovou, durante a sessão, um total 87 projetos industriais, que totalizam investimentos futuros em torno de US$ 652 milhões e um faturamento de US$ 3,6 bilhões, além de uma geração de 3,5 mil novos postos de trabalho nos três primeiros anos.

Entre os destaques da pauta está a empresa Yellow, que deve investir na Zona Franca de Manaus US$ 12 milhões e gerar 206 novos empregos diretos no Amazonas, para produzir bicicletas e patinetes elétricos, os mesmos já utilizados na cidade de São Paulo.

Este ano, conforme a programação da Suframa, estão previstas mais duas reuniões do CAS, uma em setembro e outra em dezembro.

*Com informações da Assessoria de Imprensa do TCE


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso