Acusada de fazer barraco, Joana Darc rebate prefeito de Tonantins e diz que ele distorceu os fatos e tentou denegrir sua imagem

A deputada afirma que foi ao município fiscalizar denúncias e constatou várias situações absurdas como baratas na cozinha de um hospital.
15/08/2019 20h50 - Atualizado em 16/08/2019 13h09

Foto: Divulgação


Redação AM POST

A deputada estadual Joana Darc (PL) decidiu se pronunciar nesta quinta-feira (15) em resposta a nota de repúdio contra ela divulgada pelo prefeito de Tonantins (a 867 quilômetros de Manaus), Lázaro Martins (PP), conhecido como “Curica”.

Segundo Joana Darc ela foi ao município nessa quarta-feira (14) para fiscalizar denúncias que vem recebendo em relação a situações absurdas sobre os serviços públicos oferecidos na cidade.

A parlamentar afirma que constatou que a Guarda Municipal de Tonantins está totalmente desamparada pela gestão de Curica e que a cozinha do Hospital Municipal Frei Francisco encontra-se cheia de baratas. Outra denúncia preocupante é que o prefeito estaria usando indevidamente o recurso do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

Curica acusou a parlamentar de criar confusão, balbúrdia e ofender os servidores do hospital municipal. Além disso ele afirma que ela demonstrou ‘clara demonstração de despreparo e prepotência’.

Sobre o fato mencionado pelo prefeito, a deputado disse que durante a fiscalização no Hospital uma servidora tentou impedir sua entrada no local e dificultou o acesso ao livro de ponto da unidade hospitalar e demais documentações.

“Incomodados com nossa estadia e trabalho realizado no município, A Prefeitura de Tonantins emitiu uma nota de repúdio, vergonhosa distorcendo os fatos e tentando denegrir minha imagem como mulher e como parlamentar. Em nenhum momento criticamos o prefeito da cidade, o que criticamos foi a falta de gestão e administração do município”, diz trecho da nota de Joana.

Leia as duas notas na íntegra:
NOTA DE ESCLARECIMENTO
Venho por meio desta nota esclarecer os fatos sobre o ocorrido em Tonantins. Nesta quarta-feira (14) e quinta-feira (15), estive no referido município para fiscalizar denúncias que venho recebendo em relação a situações absurdas com relação aos serviços públicos oferecidos na cidade e que já estão formalizadas no Ministério Público.

Algumas dessas denúncias estão relacionadas ao Hospital Municipal Frei Francisco, onde foi constatado que este passou por reforma, porém a cozinha onde se prepara a alimentação dos pacientes e funcionários, se encontra sem condições sanitárias e cheia de baratas.

Vimos ainda que os equipamentos do hospital se encontram enferrujados. Durante a fiscalização no Hospital uma cidadã, tentou impedir nossa entrada no local, e dificultou o acesso ao livro de ponto do hospital e demais documentações.

A Guarda Municipal de Tonantins está totalmente desamparada pela gestão, a sede está deteriorada, em condições insalubres, sem banheiro para que eles possam fazer suas necessidades e utilizam de veículos particulares para conseguir fazer o patrulhamento no município, sendo que é de responsabilidade da Prefeitura fornecer a estrutura necessária, para a guarda executar seu trabalho auxiliando na segurança pública da cidade.

Outra denúncia preocupante é que a atual gestão estaria usando o recurso indevido do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação).

Incomodados com nossa estadia e trabalho realizado no município, A Prefeitura de Tonantins emitiu uma nota de repúdio, vergonhosa distorcendo os fatos e tentando denegrir minha imagem como mulher e como parlamentar. Em nenhum momento criticamos o prefeito da cidade, o que criticamos foi a falta de gestão e administração do município.

Sou Mulher, sou Advogada e sou Deputada Estadual, representante eleita pelo povo, e não vou aceitar qualquer tipo de preconceito. O que constatei é que, o que estão fazendo neste momento é um modus operandi de pessoas ligadas a prefeitura que não gostam de ser fiscalizadas.

Tudo que estou passando, também está sendo vivenciado pela vereadora Suelem Lofiego que está sendo cassada pelo simples fato de exercer seu papel de parlamentar, que é fiscalizar o município.

Não vou me deixar intimidar e muito menos me calar, pois como membro da Comissão da Mulher, e defensora do direito das mulheres, não posso permitir que a prerrogativa de uma mulher seja violada. É meu dever dar todo suporte necessário a uma colega parlamentar que está sendo perseguida, enquanto faz seu trabalho.

Aproveito para prestar todo meu apoio e solidariedade a vereadora Suelem Lofiego que apenas quer exercer o seu trabalho e luta pelo povo de Tonantins. Vou continuar fiscalizando os municípios, e continuar defendendo o direito das mulheres e de parlamentares, que assim como eu, lutam pela população e combatem a velha política.

——————————————————————————————————————-

NOTA DE REPÚDIO
A Prefeitura Municipal de Tonantins vem de público REPUDIAR a maneira truculenta e destemperada como a Deputada Estadual Joana D´Arc se portou em sua visita à cidade de Tonantins no dia de ontem, 14 de agosto de 2019.

Causa estranheza como uma parlamentar, utilizando-se de avião pago com recursos públicos do povo amazonense, vem ao município acompanhada de advogados de uma vereadora, adentra nas dependências do Hospital municipal, onde pessoas enfermas se encontravam internadas e começa a criar confusão, balbúrdia e ofensas aos servidores, numa clara demonstração de despreparo e prepotência.

Essa senhora não possui qualquer autoridade no município de Tonantins, não é daqui e nunca destinou um real para trazer qualquer benefício ao povo tonantinense, ou seja, é uma estranha, uma penetra, uma inconveniente que não merece o respeito das autoridades municipais e muito menos da população local.

Expresso aqui minha solidariedade às pessoas que foram ofendidas e desacatadas pela Deputada Joana D´Arc, em especial aos servidores da saúde e à Câmara de Vereadores, por sua grande maioria dos parlamentares, que está desempenhando suas funções, ao investigar de maneira democrática e constitucional um de seus membros, cumprindo seu papel outorgado pela Constituição Federal e pelas leis deste país.

Mais absurdo ainda foi o fato da referida parlamentar, que mais parece agitadora de torcida, se cadastrar como advogada de defesa de uma vereadora investigada, assinando a ata da reunião e tudo isso às custas de dinheiro público.

Portanto, senhoras parlamentares, tais atitudes só demonstram que Vossas Excelências, como as acusadoras que são, não possuem qualquer moral para apontar o dedo para pessoas de bem de Tonantins e nem tampouco fazer críticas à administração municipal, que vem trabalhando diuturnamente pela melhoria das condições de vida da população, com os parcos recursos que lhe são repassados. Muito mais daria para fazer se ao invés de gastar dinheiro com aviões e diárias essa deputada destinasse dinheiro para o atendimento da população carente e não somente para animais, como é sua bandeira de campanha.

Tonantins – AM, 15 de agosto de 2019.

Lázaro de Souza Martins – Prefeito Municipal de Tonantins/AM


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso