Carlos Almeida e Arthur Neto trocam farpas

O prefeito de Manaus foi rebatido nesta sexta-feira (16) após fazer duras críticas ao vice-governador e ao governo de Wilson Lima (PSC).
16/08/2019 15h07 - Atualizado em 17/08/2019 17h02

Foto: Reprodução


Redação AM POST

O vice-governador Carlos Alberto Almeida (PRTB) disparou farpas nesta sexta-feira (16) contra o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), que fez ontem (15) duras críticas a ele e ao governo de Wilson Lima (PSC).

Segundo Almeida, o prefeito tem devaneios senis e tem que seguir o exemplo de Pelé. “O prefeito deveria fazer que nem o Pelé: sair por cima e respeitar a própria história, ao invés de ficar estragando aquilo que é seu patrimônio construído ao longo de tantos anos em devaneios senis”, disparou.

O prefeito criticou Carlos Almeida, por ele ter atuado a favor dos invasores da ocupação Cidade das Luzes quando era defensor público.

“(O governador Wilson Lima) Tem um vice que ajudou a implantar a Cidade das Luzes que oferece a beira do rio para o tráfico de drogas. Quando eu disse que o vice-governador defendeu aquela obra do tráfico de drogas ali na Cidade das Luzes, é verdade. Estava lá, era o mais agitado de todos, e não é inocente, não é criança, já é uma figura grande e sabia que aquilo ali era uma coisa ilegal”, afirmou. “Ah, estava lá o arcebispo. Enganaram o arcebispo, enganaram a Cáritas. O pobrezinho sofre o jugo daquela gente”, completou.

Para Carlos Almeida, as críticas do prefeito tucano é um “escapismo” após polemica sobre a construção de uma estação de transporte coletivo na Ponta Negra, que custará R$ 207 mil aos cofre públicos.

“No meio da justificação, para poder fugir da necessária justificação do porquê aquela parada tem aquele absurdo, o prefeito resolveu partir para o escapismo e atacar tanto a mim quanto o governador. […] é mesmo incoerente fazer a defesa de uma parada que custa R$ 207 mil, enquanto os passageiros têm que entrar em cacarecos. Isso é uma discussão que não é de hoje”, disparou Almeida.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso