Comissão de Transporte atende reivindicações de motoristas do transporte alternativo

Mais de vinte motoristas do transporte alternativo reivindicaram o pagamento dos salários atrasados, há mais de duas semanas.
14/08/2019 15h50 - Atualizado em 14/08/2019 15h50
Foto: Divulgação

Redação AM POST –

A Comissão de Transporte, Mobilidade Urbana e Acessibilidade (Comtmua) da Câmara Municipal de Manaus (CMM) recebeu na manhã desta quarta-feira (14/8), na galeria do plenário Adriano Jorge, uma comissão composta por motoristas do transporte Alternativo.

De acordo com o presidente da Comissão de Transporte, vereador Rosivaldo Cordovil (Pode), mais de vinte motoristas do transporte alternativo reivindicaram o pagamento dos salários atrasados, há mais de duas semanas. Ele também informou, que na tarde desta quarta-feira (14/8), a Comissão de Transporte vai se reunir com o prefeito, Arthur Neto, para repassar as reivindicações da categoria.

“Vamos nos reunir com o prefeito, Arthur Neto para passar essa situação toda tecnicamente e assim fazer um levantamento do valor do repasse. Os trabalhadores precisam receber. O prefeito não vai deixar de atender uma categoria de trabalhadores, porque eles trabalham e estão atendendo a população da cidade de Manaus. Eles não vão deixar de ser atendidos com os seus vencimentos”, enfatiza.

O representante da Cooperativa de Transportes Alternativos (Cooptam), Vinicius Araújo, declara que são 258 motoristas que estão sendo prejudicados com pagamento dos salários atrasados. “Nós da Cooperativa de Transporte não temos mais dísel para trabalhar, estamos correndo da sala para cozinha. Estamos pagamos o motorista e o cobrador, mas não está sobrando dinheiro para abastecer os ônibus, por isso estamos pedindo ajuda dos vereadores e do prefeito, para resolver essa situação”, enfatiza.

O vereador Claúdio Proença (PR) ressaltou que os vereadores e a Comissão de Transporte já estão trabalhando para resolver a reivindicaram dos motoristas em ralação ao pagamento dos salários atrasados. Segundo ele, a intervenção na gerência do Sistema de Transporte Coletivo da capital, foi para ter um controle sobre o sistema de bilhetagem e assim, garantindo o pagamento do salário dos operadores do sistema e evitando a descontinuidade na prestação do serviço. Ele pediu aos motoristas que aguardem a resposta do prefeito.

“Peço que vocês aguardem a resposta do prefeito. Garanto que amanhã já iremos ter uma solução para resolver essa questão. Ontem, os funcionários do sistema de transporte público de Manaus receberam. Agora vem na segunda meta o alternativo, porque o alternativo sabe que eles tem pendências com os fornecedores de combustível. Estamos priorizando o que faz o sistema funcionar, e quem faz o sistema funcionar são vocês operadores individuais, tanto que a prefeitura está buscando esses recursos para amenizar toda essa situação financeira”, reforça.

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso