EUA e Rússia encerram tratado de desarmamento nuclear assinado na ‘Guerra Fria’

Secretário de Estado americano alega que russos não respeitaram termos. Com isso, os dois países ficam legalmente livres para produzir esses armamentos.
02/08/2019 09h37 - Atualizado em 2/08/2019 09h37
Foto: Reprodução

Os governos dos Estados Unidos e a da Rússia confirmaram nesta sexta-feira (2) a saída do tratado de desarmamento nuclear INF, assinado ao final da Guerra Fria. A retirada dos dois países acaba com o INF (sigla em inglês para Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário) que proibia o uso de mísseis com alcance entre 500 e 5.500 km. Com isso, os dois países ficam legalmente livres para produzir esses armamentos.

– A retirada dos Estados Unidos conforme o artigo 15 do tratado tem efeito hoje porque a Rússia não retornou ao respeito total e verificado – afirma em um comunicado o secretário de Estado Mike Pompeo, que está em Bancoc, onde acompanha uma reunião de países do sudeste asiático.

Pompeo também disse que os EUA buscam uma nova era de controle de armas, que vá mais além dos tratados bilaterais do passado e pediu à China que se una às conversas.

Washington suspendeu em meados de fevereiro sua participação, ao acusar Moscou de fabricar um míssil que não estava de acordo com o estipulado no tratado. Trata-se do 9M729, que teria alcance de 1.500 km, segundo a Otan. Moscou diz que ele alcança no máximo 480 km, distância inferior às restrições do INF.

Fonte: Pleno.News


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso