Gleisi Hoffmann ganha passe livre para visitar Lula, após TRF autorizá-la a ser advogada dele

A petista já marcou encontro com o Lula para esta sexta-feira (16), só que agora como integrante de sua defesa.
14/08/2019 19h04 - Atualizado em 14/08/2019 19h04
Foto: Reprodução

Redação AM POST

A presidente do PT e deputada federal, Gleisi Hoffmann, foi autorizada pela justiça a integrar o corpo de advogados do ex-presidente, Lula, preso na Superintendência Regional da Polícia Federal em Curitiba desde abril de 2018 para cumprir pena por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex.

A decisão é do desembargador do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) João Pedro Gebran Neto, que derrubou proibição da deputada atuar como advogada do ex-presidente, determinada pela juíza Carolina Lebbos.

Após a autorização Gleisi, não terá mais restrições para se encontrar com Lula, o que antes era limitado para acontecer apenas às quintas-feiras, dia que ele pode receber visitas normais. A petista já marcou encontro com o ex-presidente para esta sexta-feira (16), como parte da defesa dele.

Lula tem direito a receber, na carceragem de Curitiba, até três advogados em dois encontros diários de uma hora — um pela manhã e outro pela tarde.

*Com informações de O Globo


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso