Igrejas evangélicas sofrem com ameaças violentas de gangues na Colômbia

Os crimes contra os cristãos incluem destruição, violência, ameaças, extorsão, abusos e assassinatos.
04/08/2019 09h28 - Atualizado em 4/08/2019 09h28

Foto: Reprodução


Igrejas evangélicas na Colômbia vem sofrendo com ataques violentos por parte de gangues que atuam no país. Somente em Buenaventura, cidade que fica a 528 quilômetros de Bogotá, ao menos oito ataques violentos foram registrados.

Os crimes contra os cristãos incluem destruição, violência, ameaças, extorsão, abusos e assassinatos. Duas igrejas teriam sido destruídas. A organização Portas Abertas diz que a oposição de líderes religiosos a criminalidade tem provocado a reação violenta de gangues e grupos guerrilheiros.

A cidade de Buenaventura fica localizada em um local estratégico, o que atrai o interesse de criminosos. A pregação dos pastores sobre a possibilidade de mudança de vida através da Bíblia é um dos principais motivos para a reação das gangues.

As perseguições não se resumem só a ameças. Um pastor de 24 anos, chamado Leider Molina, foi morto no ano passado, quando saía de uma igreja, na comunidade rural de Caucasia. O pastor foi alvejado cinco vezes por criminosos. Outro pastor também foi assassinado na mesma região.

Fonte: Pleno.News


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso