José Ricardo mantém voto contra Reforma da Previdência e diz que deputados que comemoraram aprovação foram comprados

Da bancada federal do Amazonas na Câmara apenas o petista foi voto contrário.
08/08/2019 14h58 - Atualizado em 9/08/2019 13h33
Foto: Reprodução

Redação AM POST

A Câmara dos Deputados aprovou o texto-base da reforma da Previdência em 2º turno na madrugada desta quarta-feira (7). O placar da votação foi de 370 votos favoráveis a 124 contrários e uma abstenção. Para que a medida fosse aprovada, eram necessários ao menos 308 votos. Em relação à votação em 1º turno, o governo teve 9 votos a menos. O texto seguirá para o Senado após a conclusão da votação dos destaques.

Os oito deputados da bancada federal do Amazonas na Câmara, mantiveram os votos do primeiro turno inclusive o petista José Ricardo que novamente foi contrário a proposta. Marcelo Ramos (PSL), Átila Lins (PP), Bosco Saraiva (SOLIDARIEDADE) Capitão Alberto Neto (PRB), Delegado Pablo (PSL), Silas Câmara (PRB) e Sidney Leite (PSD) votaram a favor.

José Ricardo, que escreve semanalmente para coluna que leva seu nome de um portal local, disse na publicação desta quinta-feira (8) que votou com o povo e acusou seus colegas parlamentares que votaram a favor da reforma de serem ‘comprados’.

“Muitos deputados e deputadas comemoraram o que fizeram, até porque Bolsonaro prometeu liberar R$40 milhões para cada um. Foram comprados. Fique com os trabalhadores e votei a favor da população. Votei contra essa crueldade que o governo Bolsonaro que fazer com o povo brasileiro”, declarou.

Leia o texto completo de José Ricardo AQUI


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso