Prefeito realiza abertura da ‘Semana de Intensificação Vacinal’

A ação seguirá em todas as salas de vacina das unidades de saúde da rede municipal até o dia 31, quando será realizado o Dia “D” de mobilização.
26/08/2019 21h37 - Atualizado em 26/08/2019 21h37

Foto: Divulgação


Redação AM POST –

Com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal em crianças menores de dois anos, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, abriu nesta segunda-feira, 26/8, a “Semana de Intensificação Vacinal”, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Theodomiro Garrido, que fica na Colônia Oliveira Machado, zona Sul. A ação seguirá em todas as salas de vacina das unidades de saúde da rede municipal até o dia 31, quando será realizado o Dia “D” de mobilização.

Acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, o prefeito disse que, devido ao intenso fluxo migratório, algumas doenças já erradicadas estão sendo reintroduzidas no país, por isso a Prefeitura de Manaus está lançado a campanha em nível local, para ampliar a cobertura vacinal da população, sobretudo em crianças menores de dois anos, mas que também irá alcançar jovens e adultos de todas as idades.

“Manaus tem sido referência no cumprimento das metas vacinais, foi assim com o sarampo e com o H1N1, onde ultrapassamos, em muito, a meta de público-alvo estipulada pelo Ministério da Saúde. E esperamos a mesma adesão das pessoas nessa ação em prol da saúde”, afirmou o prefeito. “Fazemos um apelo para que a população compareça nas unidades de saúde, sobretudo no sábado, Dia ‘D’. Levem suas crianças, porque criança se protege é com vacina”, completou Arthur Neto, reforçando que a semana de vacinação também ocorrerá nas zonas rural e ribeirinha de Manaus.

Há cerca de 200 dias sem registros de casos confirmados de sarampo, a Prefeitura de Manaus se tornou referência no controle da doença e, a convite da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), sem custos para o município, o Sistema de Informação Track – criado por profissionais da Semsa – foi apresentado para a equipe da Secretaria de Saúde do governo de São Paulo (SP).

O Track foi uma das estratégias utilizadas para o monitoramento em tempo real de todos os casos notificados na capital amazonense, permitindo maior agilidade na tomada de decisões para o controle do sarampo. Manaus conseguiu controlar a doença em 11 meses, ultrapassando a meta de imunização estipulada em 90% do público-alvo, chegando a 103% das pessoas preconizadas pelo Ministério da Saúde. Vale destacar, ainda, que Manaus também superou a meta estipulada na Campanha de Combate ao H1N1, que foi antecipada a capital e durou menos de 15 dias, graças à mobilização encabeçada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, vacinando 103,19% do público-alvo.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a cobertura vacinal em Manaus chega a uma média de 85% e, a partir da campanha local de atualização das vacinas, a meta é imunizar, no mínimo, 95% do público-alvo, conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde. Para isso, haverá reforço na oferta de vacina, com foco nas crianças menores de dois anos, orientando pais ou responsáveis sobre a importância da vacina e do retorno para completar o esquema vacinal na faixa etária adequada, com a busca ativa de pacientes que ainda não receberam as vacinas recomendadas e a identificação, captação e avaliação dos cartões de vacina das crianças em todos os procedimentos agendados nos serviços de saúde. As pessoas que estiverem com seu esquema vacinal desatualizado também serão imunizadas conforme a necessidade.

“O país vive um momento delicado em relação ao sarampo com 12 estados com casos confirmados. Em Manaus, saímos de forma muito rápida do surto, servindo hoje como referência em estratégias de enfrentamento para outros estados, como São Paulo. Mas precisamos manter a vigilância, por isso essa campanha com foco nas crianças. Não podemos permitir, e estamos tomando as medidas necessárias, que essa e outras doenças sejam reintroduzidas na nossa cidade”, pontuou o secretário da Semsa, Marcelo Magaldi.

Público-alvo
Durante a Semana de Intensificação Vacinal será mantida a oferta de vacinas de forma rotineira na rede municipal, mas que haverá um foco maior para crianças menores de dois anos. O público-alvo nessa faixa etária apresenta maior risco para a doença e morte. Além disso, o vírus do sarampo continua a circular em outros Estados brasileiros e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) tem alertado para o alto número de casos de difteria na Venezuela. Com isso, é essencial estabelecer estratégias para aumentar a cobertura vacinal da população e evitar novos surtos de doenças.

“Acho muito importante essa ação, principalmente para mães de primeira viagem, como eu, que fica com receio de trazer as crianças para vacinar, mas a gente sabe que é o melhor para que elas não tenham problemas no futuro. É um bom trabalho da prefeitura, principalmente nas UBSs dos bairros, facilitando a locomoção das mães”, destacou a dona de casa Vitória Costa, 20, mãe do Bernardo, de apenas dois meses e que voltou para casa imunizado.

A prefeitura pretende reforçar a oferta das vacinas recomendadas para a faixa etária prioritária, entre elas: Pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, Hepatite B e meningite e infecções por HiB), Pneumocócica (pneumonia, otite, meningite e outras doenças causadas pelo Pneumococo), Poliomielite, Rotavírus, Meningocócica (previne a doença meningocócica C), Febre Amarela, Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola), Tetra Viral, (sarampo, rubéola, caxumba e varicela/catapora), Hepatite A e DTP (Difteria, tétano e coqueluche).

“Em 2019, a vacina contra poliomielite completa 39 anos e, nesse período, a gente continua lutando para garantir a saúde da população. O programa de imunização tem sido fortalecido na gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto e essa é mais uma campanha que a cidade de Manaus lança em prol da saúde das crianças”, lembrou a titular da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Conceição Sampaio.

Dia ‘D’
O Dia “D” de Mobilização da “Semana de Intensificação Vacinal” será no sábado, dia 31/8, quando 136 salas de vacina em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Policlínicas, Clínica da Família e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), irão funcionar das 8h às 12h.

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso