Taxista é preso por furtar objetos de dentro de um veículo, no bairro na Ponta Negra

O infrator, juntamente com um comparsa, furtaram dois notebooks e R$ 3 mil em espécie do veículo de um homem de 49 anos, utilizando um dispositivo eletrônico conhecido como ‘Chapolin’.
22/08/2019 15h14 - Atualizado em 22/08/2019 16h50

Foto: Divulgação


Redação AM POST –

O delegado Aldeney Goes, titular do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou, na manhã desta quinta-feira (22/08), durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio da unidade policial, sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva por furto qualificado, em nome do taxista Reinaldo Santos Sarmento, 33. O infrator, juntamente com um comparsa, furtaram dois notebooks e R$ 3 mil em espécie do veículo de um homem de 49 anos, utilizando um dispositivo eletrônico conhecido como ‘Chapolin’.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu no dia 13 deste mês, no estacionamento de um supermercado, situado no bairro Ponta Negra, zona oeste da capital. Reinaldo, juntamente com o comparsa dele, identificado como Alisson Araújo Gama, 33, que já está sendo procurado pela polícia, esperaram a vítima sair do veículo e impediram o acionamento do alarme. Após o delito, a dupla empreendeu fuga do lugar.

“Esses autores praticaram o furto em um supermercado, situado nas proximidades do 19º DIP. Reinaldo estacionava o táxi dele no local e Alisson escolhia o alvo, geralmente pessoas que saem apressadas dos veículos. Em seguida, utilizavam um dispositivo eletrônico conhecido como ‘Chapolin’, que impede o acionamento de alarmes e travas dos automóveis, e cometiam os furtos”, explicou Goes.

Segundo o delegado, durante os trabalhos de investigação, a equipe do 19º DIP identificou o veículo utilizado na ação criminosa e conseguiu chegar até o infrator. Reinaldo foi chamado na unidade policial na tarde de terça-feira (20/08), onde foi cumprida a ordem judicial em nome dele, expedida na data supracitada, pela juíza Bárbara de Araújo Folhadela, no Plantão Criminal.

“Na delegacia, inicialmente, ele negava o delito, porém, após constatarmos o vídeo e as provas do delito, ele confessou a participação no crime. Reinado disse que, no mesmo dia desse crime, foram a um shopping naquela área da cidade e entraram em três carros, praticando o mesmo delito, ou seja, acaba sendo uma prática comum desses indivíduos”, relatou o delegado.

Aldeney Goes disse que, durante a ação policial, foi apreendido o táxi utilizado no crime. Em relação a esse veículo usado para efetuar os furtos, vítimas já haviam comentado que durante o mês de agosto teriam sido vítimas de furtos por ocupantes de uma carro modelo táxi, provavelmente, seja o mesmo veículo. “O Alisson, comparsa do Reinado, tem uma ficha criminal extensa e responde a cinco crimes contra o patrimônio. Ele tem mandado de prisão em aberto e está foragido”, concluiu o titular do 19º DIP.

Indiciamento – Reinaldo foi indiciado por furto qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio do 19º DIP, o homem será encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso