Wilson Lima reúne com executivos de empresa que vai explorar gás no Amazonas

Instalação de equipamentos para perfuração e exploração do gás natural em área entre Silves e Itapiranga, no Campo do Azulão, deve iniciar no mês de outubro.
13/08/2019 19h47 - Atualizado em 13/08/2019 19h47
Foto: Divulgação

Redação AM POST –

O governador do Amazonas, Wilson Lima, voltou a reunir, nesta terça-feira (13/08), em Brasília, com um grupo de executivos da Eneva, companhia brasileira com participação de capital alemão, que obteve, em leilão, o direito de explorar o campo de gás natural Azulão, no Amazonas.

O encontro aconteceu na Secretaria de Relações Institucionais do Amazonas em Brasília (Serins), onde o governador tratou de questões envolvendo o início das operações. A previsão é de que as atividades de instalação dos equipamentos necessários para operação comecem no mês de outubro.

“Na parte que cabe ao Estado, temos dado celeridade aos trâmites no sentido de desburocratizar o que é possível, isso porque entendemos que a questão mineral é fundamental para o desenvolvimento do nosso estado, como uma nova matriz econômica, principalmente o gás natural, que é importante inclusive para atrair investimentos em outros segmentos. Sem dúvida, será um importante avanço”, afirmou o governador.

Wilson Lima destacou que o Governo do Estado está trabalhando para tornar o Amazonas o melhor local para se investir com ênfase no desenvolvimento econômico e social.

“A empresa já tem mercado para esse gás, vai ser usado para gerar energia em Roraima, que hoje é dependente da Venezuela. O Amazonas ganha e ainda há a possibilidade desse gás também ser disponibilizado para empresas que pretendem se instalar na região. Temos tudo para atrair novos investimentos e também para gerar ainda mais emprego”, afirmou Wilson Lima.

O grupo também é um das vencedores do leilão para o suprimento de energia elétrica da capital Boa Vista e demais regiões de Roraima. A empresa pretende instalar os equipamentos no mês de outubro deste ano, para então começar o trabalho de perfuração de três poços. É nesse período que o governador Wilson Lima, o ministro de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, além do governador de Roraima, Antônio Denarium, devem visitar a área.

Para o secretário de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação, Jório Veiga, fomentar a cadeia produtiva do gás natural reflete no crescimento econômico e produz ganhos na geração de emprego e renda. “É determinação do governador trabalharmos de forma incansável a interiorização da economia e isso acaba acontecendo também quando fomentamos a cadeia produtiva do gás natural, tendo em vista que são novos investimentos para o Amazonas”, disse Jório Veiga.

Gás natural – A Eneva ganhou, em leilão, o direito de explorar o campo de gás natural Azulão, que foi descoberto em 1999 e vendido pela Petrobras em 2017, por U$ 54,5 milhões. A empresa atua em outros estados brasileiros com geração, venda e logística de energia elétrica.

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso