Em presídio de Maués, detento que matou esposa com remo é espancado até à morte

Ainda não se sabe a motivação do crime.
05/09/2019 16h26 - Atualizado em 5/09/2019 18h05

Foto: Divulgação


Redação AM POST –

Rosimar Sales Moraes, 31 anos, suspeito de ter matado a golpe de remo a própria esposa no dia 27 de agosto deste ano morreu ao ser brutalmente agredido dentro da Unidade Prisional do município de Maués (distante em linha reta de 276 quilômetros de Manaus), na noite dessa quarta-feira (4).

De acordo com informação da polícia, Rosimar foi vítima de espancamento cometido por outros detentos da UPM, dentro do pavilhão em que estava preso.

Ainda não se sabe a motivação do crime. Foi atendido mas morreu a caminho do hospital da cidade. O caso será investigado pela 48ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP).


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso