Naldo perde ação e terá que indenizar ex-funcionário em cerca de R$ 72 mil

Algumas semanas após a demissão, Fabricio descobriu um câncer. Segundo ele, os salários atrasados que não foram pagos atrapalharam seu tratamento.
12/09/2019 10h38 - Atualizado em 12/09/2019 10h38

Foto: Reprodução


Naldo Benny perdeu um processo trabalhista e terá que indenizar seu ex-coordenador financeiro Fabricio Cardoso Gouvea em cerca de R$ 65 mil. O ex-funcionário acionou o cantor na Justiça após ter sido demitido em janeiro de 2017 sem receber seus direitos. Algumas semanas após a demissão, Fabricio descobriu um câncer. Segundo ele, os salários atrasados que não foram pagos atrapalharam seu tratamento.

“Eu acabei dependendo de doações de alguns amigos, porque não tinha dinheiro pra fazer compras pra dentro de casa. Ele me devia R$ 7,5 mil de salário, e o empresário dele foi me pagando por semana, com R$ 500. O pagamento atrasado só foi quitado no dia da minha alta da cirurgia que fiz nas costas por conta do tumor. O empresário dele veio na minha casa pagar os R$ 2 mil que faltavam”, disse.

Fabricio ainda conta que Naldo abriu um boletim de ocorrência contra a mulher dele, após a mesma lhe cobrar o que ele devia. “Ele abriu um boletim contra a minha esposa por difamação, mas a juíza arquivou e disse que foi improcedente. Ele abriu esse boletim porque ela foi cobrá-lo no Instagram dele, mas em momento algum ela difamou ou o ofendeu”, explicou.

De acordo com a sentença favorável a Fabricio, além de pagar os direitos trabalhistas, Naldo terá que indenizá-lo por acúmulo de função e arcar com despesas de INSS e custas processuais. O valor total da indenização é de R$ 72 mil.

Fonte: O Dia


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso