Operação Vertex que investiga família Aziz é suspensa pelo TRF1

São alvos da investigação o senador do Amazonas, Omar Aziz, sua esposa Nejmi Aziz e seus irmãos Amin, Manssur e Murad Aziz.
07/09/2019 16h39 - Atualizado em 8/09/2019 13h17

Foto: Reprodução


Redação AM POST*

A operação Vertex, que é desdobramento da Maus Caminhos, foi suspensa pelo desembargador da 2ª seção do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), Néviton Guedes, na última quinta-feira (5). São alvos da investigação o ex-governador e senador do Amazonas, Omar Aziz (PSD), sua esposa Nejmi Aziz (PSD) e seus irmãos Amin, Manssur e Murad Aziz.

A defesa de Omar alegou em recurso “juízo incompetente” devido a operação Maus Caminhos ter iniciado sob a relatoria da juíza federal da 4ª Vara, Ana Paula Serizawa, e somente na 5ª fase passou para o juiz federal da 2ª Vara, Marllon Sousa.

A suspensão será mantida até que o colegiado da 2ª seção do TRF1 decida o juízo competente, ou seja, qual juiz, de fato, deve ficar responsável pelo caso.

Vertex
A Operação Vertex, investiga a prática de crimes de corrupção passiva, lavagem de capitais e pertinência a organização criminosa. Ela foi executada pela PF nos Estados do Amazonas, Brasília e São Paulo.

A investigação foi desmembrada pelo Supremo Tribunal Federal – STF da Operação Maus Caminhos, em razão dos indícios detectados de recebimentos de vantagens indevidas por um ex-governador que, por exercer o cargo de senador, poderia ter direito a foro privilegiado no STF.

Entre as vantagens indevidas de que se tem suspeita, teria havido entregas de dinheiro em espécie ou por meio em negócios simulados ou superfaturados, a fim de ocultar a entrega de dinheiro dissimulado por meio de contratos de aluguel e de compra e venda.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso