Pescador flagra cobra anaconda gigante na floresta amazônica; Confira o vídeo

As anacondas costumam fazer seu lar naquela parte da floresta por causa da criação de gado, bezerros e até bois podem ser fontes de alimentos das cobras.
10/10/2019 09h40 - Atualizado em 10/10/2019 09h40

Foto: Reprodução


Pescadores se surpreenderam ao encontrar uma enorme cobra rastejando pela mata e entrando em um pequeno buraco no meio da floresta amazônica. A sucuri, também conhecida como anaconda, teria cerca de nove metros de comprimento, segundo o presidente da colônia dos pescadores, Laudelino Fernandes, de 51 anos, que flagrou a cena (veja o vídeo acima).

O pescador contou que é comum a aparição de cobras desse tamanho na região do Rio Sucunduri, distante da área residencial do município. As anacondas costumam fazer seu lar naquela parte da floresta por causa da criação de gado – bezerros e até bois podem ser fontes de alimentos das cobras.

De acordo com Luciana Frazão, bióloga da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), o tamanho médio de uma sucuri adulta é de quatro a oito metros, mas há registros documentados de que o animal pode chegar a 11 metros de comprimento.

“Elas são comumente encontradas em todo bioma da Amazônia, e o tamanho varia muito. Por questões de segurança, as pessoas ficam de longe e utilizam o zoom da câmera. O bicho acaba parecendo maior do que realmente é”, disse, ao justificar que, pelo vídeo, não é possível estimar o tamanho real do animal.

Sobre os riscos aos homens que gravaram o vídeo, Luciana tranquiliza e diz que as sucuris são relativamente tranquilas e inofensivas.

“O ser humano não é presa natural desses animais. Eles se alimentam de pequenos mamíferos, como capivaras, e até outros répteis. O ideal é manter uma distância segura, respeitar e não chegar perto por curiosidade”, alerta Luciana, que trabalha com biodiversidade e conservação de serpentes amazônicas.
Embora o tamanho possa surpreender muitas pessoas, e seja até raro encontrar o animal com facilidade, segundo a bióloga, o pescador Laudelino conta que está acostumado a encontrar cobras com mais de seis metros de comprimento.

Pescador profissional há quase 13 anos, ele disse não sentir medo de se aproximar, mas, como presidente da colônia, se preocupa com a segurança dos outros pescadores. “Tem perigo sim, sem dúvida. Ela pode engolir uma pessoa de 60 quilos, 70 quilos, com facilidade. O ideal é não incomodá-la. Ela não ataca tão fácil, então é só deixar quieta e sair de perto”, orienta.

Confira o vídeo:

Fonte: G1


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso