Prefeito Arthur diz que a Avenida Rodrigo Otávio vai virar um tapete e Distrito Industrial um cartão-postal com obras do ‘Requalifica 3’

A Avenida será totalmente revitalizada no projeto que deverá custar R$ 40 milhões, aproximadamente.
16/10/2019 14h16 - Atualizado em 17/10/2019 13h26

Foto: Divulgação


Redação AM POST*

A Prefeitura de Manaus está com obras viárias de impacto em andamento e outras começarão nos próximos dias para dar uma nova cara aos bairros da zona Sul, como Japiim e Distrito Industrial. O “Requalifica 3” chegou à rua Catarina Aragão, que recebe – em seus 400 metros de extensão – um novo asfalto. O prefeito Arthur Virgílio Neto esteve nesta quarta-feira, 16/10, acompanhando os serviços no Japiim, onde outras três ruas também estão sendo recapeadas.

Essas vias se interligam à avenida Rodrigo Otávio, que será totalmente revitalizada no projeto que deverá custar R$ 40 milhões, aproximadamente. A avenida, por sua vez, se interliga às bolas da Suframa e Samsung e outras 35 vias do Distrito Industrial 1, que está sendo recuperado pela prefeitura em parceria com a Suframa.

“A avenida Rodrigo Otávio vai virar um tapete e estamos fazendo do Distrito Industrial um cartão-postal”, afirmou Arthur, reforçando que a nova obra deve custar em torno de R$ 40 milhões. Já as obras do Distrito Industrial devem ser finalizadas com um custo aproximado de R$ 120 milhões – R$ 16 milhões a menos do que o anunciado anteriormente. “Ao invés de aumentar o preço, nós diminuímos e estamos devolvendo o dinheiro para o tesouro nacional”, disse. A redução do custo foi possível porque algumas ruas estavam em bom estado de conservação e só precisaram de pequenos ajustes.

Durante a vistoria pelas ruas do Japiim, o prefeito conversou com moradores que agradeceram pela qualidade do asfalto colocado na área. “Pela primeira vez, estamos vendo um serviço de excelente qualidade. É isso que a cidade precisa e a comunidade agradece”, disse Erivaldo Castro, que é morador do bairro há 32 anos. “Hoje, a qualidade do asfalto é outra, um trabalho para durar por muito tempo”, completou Márcio Ferreira, também morador do Japiim.

Obras e empregabilidade
Ainda nesta quarta-feira, o prefeito anunciou que 80% da construção da primeira passagem subterrânea do complexo vário Ministro Roberto Campos, na avenida Constantino Nery, estão concluídos. “O prazo era de 15 meses, eu pedi 12, mas querendo 10. Então, muita gente achava que não ia dar, mas terminaremos bem antes do prazo”, afirmou o prefeito. Ele disse, ainda, que a obra do complexo viário do Manoa também já está pegando ritmo e que, em breve, começará a ganhar a forma idealizada pelos projetistas.

No total, entre as obras de recapeamento (Requalifica 1, 2, 3 e 4), as construções de dois novos complexos viários, reconstrução viária do Distrito Industrial e o programa de tapa-buracos iniciado na segunda-feira, 14, já são mais de R$ 1 bilhão investidos em infraestrutura pela prefeitura, sem contar as outras obras de infraestrutura na educação, habitação, esporte e revitalização do Centro Histórico de Manaus.

“Isso é um grande impulso de empregabilidade na nossa cidade. A Prefeitura de Manaus é, sem a menor duvida, o segundo maior impulsionador de empregos na cidade, atrás apenas do Polo Industrial de Manaus”, afirmou o prefeito, comemorando o primeiro lugar no Norte e Nordeste e o quinto em todo o país na retomada da empregabilidade, conforme pesquisa da consultoria Tendências, realizada junto ao Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

*Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Contato Termos de uso