Josué diz que não será candidato em 2020 porque Omar Aziz não liberou sua saída do PSD

O deputado disse estar preso ao PSD e revelou que pretendia sair do partido para comandar outra sigla.
04/11/2019 14h19 - Atualizado em 5/11/2019 13h15

Foto: Reprodução


Redação AM POST

O deputado estadual Josué Neto (PSD) explicou na manhã desta segunda-feira (4) que não disputará o cargo de prefeito de Manaus nas Eleições Municipais de 2020 por que não foi lebrado pelo presidente estadual do Partido Social Democrático (PSD), senador Omar Aziz, para sair da sigla. Ele fez pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e detalhou o que já tinha adiantado na última sexta-feira (1º) em postagem no Twitter.

De acordo com Josué, foram cerca de 7 meses de conversas com Omar Aziz para tentar chegar a um acordo de sair do PSD de forma amigável e assumir o comando de outra legenda na qual disputaria o pleito.

“Venho conversando desde o dia 7 de abril. Naquela ocasião, tive uma conversa com o senador Omar Aziz. Expliquei ao eminente senador a minha vontade de assumir um novo partido, de me desfiliar do PSD por uma razão muito simples, histórica e de técnica política, que é a liberdade em poder formular composições”, declarou Josué Neto que também explicou em sua fala que um candidato majoritário precisa ser comandante de um partido para ter a liberdade na escolha das composições políticas de um pleito.

O parlamentar enfatizou que não pode deixar o PSD por não ter recebido autorização de Aziz, como aconteceu com o governador interino, David Almeida, em 2017, que pertencia ao mesmo partido e que também não teve autorização de Omar para disputar o cargo.

“Em 2017 o então governador tampão da época, deputado David Almeida, também não pôde ser candidato exatamente porque estava preso sigla da qual eu estou preso hoje”, comparou.

Posicionamento em 2020
Sobre o pleito Josué falou que aguardará com serenidade o período das convenções partidárias, que acontecerá em agosto do próximo ano para revelar seu apoio a algum dos prefeituráveis.

“Lá nas convenções é que nós vamos, com certeza, escolher um candidato para apoiar para ser o próximo prefeito de Manaus”, disse.

Veja vídeo:


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso