Lula reclama do horário que a PF o acordou: “Fizeram uma palhaçada comigo”

A PF queria colher depoimento do petista em investigação sobre doações ilícitas do grupo J&F ao MDB, em 2014.
07/11/2019 13h37 - Atualizado em 7/11/2019 13h37

Foto: Reprodução


O ex-presidente Lula declarou que a Polícia Federal entrou na cela em que está preso em Curitiba na manhã da terça-feira às seis da manhã, configurando “coerção”. A declaração foi dada em entrevista ao Blog Cidadania: “Ainda ontem [terça] fizeram uma palhaçada comigo. Você acredita que ontem entraram na cela que eu estou às 6 horas da manhã? Como se estivessem fazendo uma coerção”, comentou.

A ação da Polícia Federal faz parte de investigações sobre doações ilícitas de mais de R$ 40 milhões do grupo J&F, controlador do frigorífico JBS, ao MDB em 2014. O esquema envolveria o PT e a candidatura a reeleição da ex-presidente Dilma Rousseff (PT).

Os investigadores chegaram a pedir a prisão de Dilma, mas o Supremo Tribunal Federal negou. Além de Lula, também foram intimados a prestar depoimento os senadores Renan Calheiros (MDB) e Eduardo Braga (MDB), entre outros. O ex-presidente está preso desde abril de 2018 na Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba.

Fonte: Carta Capital


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso