Suposto líder da Unick é assassinado a tiros dentro de carro

Imagens de câmeras de segurança, flagraram a vítima conversando com o assassino antes do delito.
07/11/2019 19h21 - Atualizado em 7/11/2019 19h23

Foto: Reprodução


Redação AM POST*

O padeiro João Batista da Silva, 42, que seria líder da empresa Unick Forex, foi assassinado a tiros dentro de carro na última terça-feira (5), em Curitiba. A informação é do portal local BandaB.

De acordo com o site no momento da execução a vítima dirigia um veículo HB20 de cor preta e foi surpreendida pelo atirador, que ocupava um Citroen C4. O assassino emparelhou os carros em um cruzamento das ruas e cometeu o crime com um revólver calibre 38.

Segundo o delegado Thiago Nóbrega, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), os familiares não sabiam de qualquer ameaça, desavença ou envolvimento com drogas da vítima que justificasse o homicídio, mas disseram que ele estava envolvido com “empresas de cripto-moedas”.

“Ele é natural de São Paulo, tinha esposa e dois filhos e trabalhava atualmente com bitcoins, que estavam rendendo dinheiro a ele”, afirmou o delegado.

Por imagens de câmeras de segurança, o delegado viu que houve uma conversa entre João e o assassino. “Pelo que percebemos nas imagens de segurança, eles conversam por alguns segundos e são efetuados os tiros. Acredito que não tenha sido uma tentativa de assalto, então vamos identificar a motivação do crime e depois dar uma resposta à sociedade”, acrescentou o delegado.

O caso do assassinato do padeiro segue sendo investigado pela DHPP.


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso