Vereadoras participam do Fórum de Organismos Governamentais de Políticas para Mulheres, em Brasília

Durante o encontro, serão apresentadas as mudanças no decreto presidencial, que criou a Casa da Mulher Brasileira, oficinas de desenvolvimento de estratégias para prevenir o feminicídio.
02/12/2019 13h56 - Atualizado em 3/12/2019 12h37

Foto: Divulgação


redação AM POST

Buscando apresentar boas práticas, necessidades e colher sugestões entre diversas gestoras executivas de políticas públicas para mulheres dos estados e capitais brasileiras, a presidente da Comissão de Defesa e Proteção dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereadora Mirtes Salles (PL), e a procuradora especial da Mulher da CMM, vereadora  professora Jacqueline (sem partido) estão participando hoje (2/12) e amanhã (3/12), do Fórum Nacional de Organismos Governamentais de Políticas para Mulheres, promovido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), que está realizando uma série de encontros técnicos e ações educativas em alusão à Campanha Internacional “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, em Brasília.

De acordo com Mirtes Salles, o Fórum Nacional de Organismos Governamentais de Políticas para Mulheres busca desenvolver estratégias para conter o avanço do feminicídio no Brasil.

“Receber esse convite da Secretária Nacional de Políticas para Mulheres, Cristiane Rodrigues, nos oportuniza conhecer a nova estrutura regimental e os atuais projetos do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), sendo também uma excelente oportunidade, principalmente para debatermos sobre a proposta de criação do Plano Nacional de Combate ao Feminicídio, bem como apresentarmos os trabalhos que desenvolvemos à frente da Comissão de Defesa e Proteção dos Direitos da Mulher da CMM”, disse Mirtes.

Durante o encontro, serão apresentadas as mudanças no decreto presidencial, que criou a Casa da Mulher Brasileira, oficinas de desenvolvimento de estratégias para prevenir o feminicídio. O Fórum está sendo realizado no Instituto Serzedello Corrêa, no Setor de Clubes Esportivo Sul, Trecho 3, Lote 3, no Distrito Federal.

Para a vereadora  professora Jacqueline (sem partido), é importante a participação também da Procuradoria Especial da Mulher da CMM, no Fórum Nacional de Organismos Governamentais de Políticas para Mulheres, principalmente porque a  procuradoria trata as questões de conscientização de políticas afirmativas para as mulheres, oferecendo apoio jurídico, seminários, palestras sobre a Lei Maria da Penha e os direitos das mulheres e redes de apoio.

“A procuradoria é um órgão que trata da politização da mulher, não só da questão da violência doméstica, mas também é uma forma de nortear essas mulheres a participar também das políticas afirmativas, oferecendo políticas públicas para as mulheres. Trabalhamos com a perspectiva de conscientizar, oportunizar as mulheres ao rompimento do ciclo da violência e precisamos mostrar que têm vários órgãos unidos, se fortalecendo para ajudar essas mulheres que são vítimas de violência doméstica”, disse a vereadora.

* Com informações da Assessoria de Imprensa


*** Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o AM POST.


Facebook

Economia

Contato Termos de uso