Clima de insegurança faz trabalhadores do transporte coletivo parar

O motivo teria sido dois assaltos em menos de duas horas nos coletivos da empresa Global Green.
02/05/2015 07h00 - Updated 3/05/2015 09h16
Photo: Amposta

O clima de insegurança vivido diariamente pelos funcionários das empresas de transporte coletivo de Manaus, fez com que motoristas e cobradores da empresa Global Green paralisassem as suas atividades na tarde desta sexta-feira (01).

De acordo com o gerente de tráfego da empresa Global Green, Sérgio Gomes, com medo de novos assaltos os colaboradores resolveram paralisar as atividades, após duas linhas da empresa, serem assaltadas.

O primeiro assalto teria ocorrido na saída do Terminal de Integração 4, localizado na Avenida Camapuã, North of Manaus. Or second, aconteceu em um ônibus da linha 600 Avenida Autaz Mirim, in San Jose, East of Manaus. Durante a ação dos bandidos um passageiro teria ficado ferido.

Devido a paralisação, outras linhas foram deslocadas para suprir a demanda nos terminais 4 e 5. O serviço só voltou à normalidade neste sábado (02).

Assaltos

Um levantamento feito pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) apontou que nos primeiros três meses de 2015 foram registrados mais de 300 assaults, o que gerou um prejuízo de mais de R$ 400 mil às empresas. In 2014 They were recorded 950 assaults.


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505