Decisão sobre caso do menino Bernardo sai em 40 days

Pai e madrasta são acusados de matar e esconder o corpo.
28/05/2015 11h16 - Updated 28/05/2015 11h17
Photo: Ricardo Duarte (Folhapress)

O juiz de Três Passos (RS), Marcos Luís Agostini, deve publicar em até quarenta dias a sentença dos quatro acusados de matar e esconder o corpo do menino Bernardo Boldrini, from 11 years, em abril do ano passado no interior gaúcho. Until July, therefore, o magistrado decidirá se pronuncia ou não os réus para julgamento em júri popularele também pode arquivar o caso, absolver sumariamente os acusados ou decidir por desqualificar a denúncia de homicídio doloso e remetê-los a uma vara criminal comum.

A fase de instrução do processo terminou nesta quarta-feira com o interrogatório dos réus, que respondem por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Presos preventivamente, foram conduzidos ao Fórum de Três Passos (RS) o pai do garoto, o médico Leandro Boldrini, e a madrasta, Graciele Uguline, além da assistente social Edelvânia Wirganovicz, amiga dela, e de Evandro Wirganovicz, irmão de Edelvânia. A madrasta e a assistente social decidiram permanecer em silêncio. Também denunciado por falsidade ideológica (por supostamente ter simulado o desaparecimento do filho), o pai de Bernardo alegou inocência e acusou os três corréus pelo crime. Evandro também disse ser inocente.

Cada parte no processoacusação e defesaterá agora cinco dias sucessivos para apresentar por escrito ao juiz de Três Passos suas alegações finais. The process, que está no cartório da Justiça em Três Passos, será encaminhado primeiro ao Ministério Público e em seguida ao assistente de acusação, Marlon Taborda (advogado da avó materna de Bernardo). Depois os defensores dos réus ficarão com os autos: Ezequiel Vetoretti e Rodrigo Grecelle Vares (de Leandro Boldrini), Vanderlei Pompeo de Mattos (de Graciele Uguline), Demetryus Eugenio Grapiglia (de Edelvânia) e Hélio Francisco Sauer (de Evandro). Ao fim do prazo, o magistrado terá dez dias para dar a sentença.

The crime – O menino Bernardo Boldrini, from 11 years, desapareceu de Três Passos no dia 4 April 2014. Ele foi visto vivo pela última vez na companhia da madrasta, a enfermeira Graciele Ugulini, em uma visita à cidade vizinha de Frederico Westphalen. Enteado e madrasta também estavam com a assistente social Edelvânia Wirganovicz. Ele seria morto com uma superdosagem de tranquilizante dada pela madrasta por meio de comprimidos e de uma injeção letal, conforme Edelvânia revelou à Polícia Civil. Elas enterraram o menino envolto em um saco plástico na beira do Rio Mico. O corpo só foi encontrado dez dias depois, período durante o qual foram feitas buscas pelo paradeiro de Bernardo, depois de o pai acionar a polícia pelo suposto desaparecimento.

Mother – In this month, a Justiça gaúcha reabriu, com aval do Ministério Público, o inquérito sobre a morte da mãe de Bernardo, Odilaine Uglione, morta em fevereiro de 2010. A apuração será retomada pouco mais de cinco anos depois de ter sido arquivada como suicídio, primeira conclusão da Polícia Civil para o caso. A família materna de Bernardo desconfia que a mãe dele foi vítima de assassinato e entregou um laudo particular com questionamentos sobre a veracidade de uma carta de suicídio supostamente escrita por Odilaine.

Source: Veja.com


*** If you are in favor of a totally free and impartial press, collaborate enjoying our page on Facebook and visiting often the AM POST.


Contact Terms of use Wp: (92) 99344-0505